sexta-feira, 18 de março de 2011


Carta do Vice-Presidente da Federação de Músicos (American Federation of Musicians) John Acosta para o Presidente da FOSB


 
Caro Senhor
Estou escrevendo para o senhor no que diz respeito às ações recentes que sua administração tomou em relação aos músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira. Se não me engano, você está pedindo que toda a orquestra re-audicione para os seus cargos, depois de todos terem passado por um teste para sua posição atual na orquestra. Este ato vai de encontro a todas as normas que são seguidos em todas as orquestras profissionais ao redor do mundo. O Brasil se tornou um líder mundial nos negócios e nas artes, e suas ações irão diminuir a reputação do Brasil não só no Mercosul, mas em todo o mundo, onde a música clássica é tocada e apreciada. Peço-lhe que reconsidere suas ações, evitando manchar o bom nome de sua orquestra, entre as grandes orquestras do mundo. Trabalhe com seus músicos para encontrar uma solução razoável para os problemas que você enfrenta.

Atenciosamente,
John Acosta
Vice-President
American Federation of Musicians
Los Angeles, California
Professional Musicians Local 47
AFL-CIO

                                        __________________________________
              
Dear Sir

I am writing to you in regards to the recent actions your management has taken with the musicians of the Brazilian Symphony. If I am not mistaken, you are now asking that the entire orchestra re-audition for their positions, after having initially auditioned for their current position with the orchestra. This act flies in the face of all norms that are followed within all professional orchestras around the world. Brazil has become a world leader in business and the arts, and your actions will only diminish Brazil’s reputation not only in the Mercosur, but all over the world, where classical music is played and appreciated. I urge you to reconsider your actions, and avoid blemishing the good name of your orchestra among the great orchestras around the world. Work with your musicians to find a reasonable solution to the problems you face.

Sincerely,

John Acosta
Vice-President
American Federation of Musicians
Los Angeles, California
Professional Musicians Local 47
AFL-CIO