terça-feira, 10 de maio de 2011

Músicos de Liverpool apresentam protesto ao complicado Minczuk

Os membros da Royal Liverpool Philharmonic Orchestra vão apresentar um protesto para o enrolado maestro brasileiro, Roberto Minczuk, demitiu metade de sua orquestra. Eles não vão, contudo, comprometer o seu concerto.

por Norman Lebrecht. 10 de maio de 2011

Aqui está uma cautelosa declaração, que acabou de chegar, do Sindicato de Músicos:
LIVERPOOL PHILHARMONIC APOIA SEUS COLEGAS DO RIO. Os músicos da Royal Liverpool Philharmonic Orchestra (RLPO) têm manifestado a sua solidariedade com os colegas da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), expressando preocupação com a demissão de vários músicos da OSB para Roberto Minczuk, que é convidado a reger a RLPO em concertos que acontecerão em Preston na quarta-feira, 11 de maio de 2011, e no Philharmonic Hall, em Liverpool, na quinta-feira 12 de Maio e domingo 15 de maio.

Norman Lebrecht
Sr. Minczuk é, em parte, responsável pela demissão sumária de um grande número de músicos da OSB que trabalhavam ali, em tempo integral. A OSB, sob a orientação de Roberto Minczuk fará audições em Nova York e Londres para substituir os músicos demitidos da orquestra. O sindicato dos Músicos (MU) se juntou com outros sindicatos em todo o mundo condenando as ações da OSB, apelando para que os seus membros boicotem as audições. A Federação Internacional de Músicos (FIM) também lançou um comunicado.
 
"As atitudes tomadas pelo Conselho de OSB e Sr. Minczuk demonstram que eles não entendem como funciona uma orquestra moderna”."
 
Os músicos da RLPO entregarão a Minczuk uma carta pedindo, a ele e a OSB, para entrarem em diálogo adequado com o Sindicato dos Músicos do Rio de Janeiro para chegar a uma conclusão mutuamente satisfatória. Também pretendem escrever a seus colegas no Rio de Janeiro, expressando solidariedade.

"Morris Stemp, o representante do MU no norte da Inglaterra diz: "os músicos clássicos de todo o mundo condenaram firmemente as medidas tomadas pela administração da OSB"

Morris Stemp, o representante do MU no norte da Inglaterra diz: "os músicos clássicos de todo o mundo condenaram firmemente as medidas tomadas pela administração da OSB, e devem ser aplaudidos pelo apoio que nossos membros têm demonstrado pora com seus colegas no Rio de Janeiro. Nossos membros, através de nós, conclamam a OSB a repensar sua posição e voltar para a mesa de negociações, face a face com o Sindicato dos Músicos do Rio (SINDMUSI). As atitudes tomadas pelo Conselho de OSB e Sr. Minczuk demonstram que eles não entendem como funciona uma orquestra moderna”.

A incapacidade de perseguir um resultado mutuamente aceitável pode ter um efeito profundamente negativo no meio da música clássica no Brasil, e também pode afetar a capacidade de Roberto Minczuk em trabalhar com nossos colegas de todo o mundo. É imperativo que os maestros tenham o apoio e a cooperação dos músicos à sua volta a todo o momento. Sem isso, os maestros balançam seus braços em silêncio.

Para ler o original:
http://www.artsjournal.com/slippeddisc/2011/05/news-just-in-liverpool-musicians-protest-to-embattled-minczuk/