terça-feira, 31 de maio de 2011

REVISTA DIAPASON – JUNHO 2011

DECRESCENDO

O maestro Roberto Minczuk entrou numa quebra de braço com seus músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), que ele desejava re-audicionar, um por um, contra a promessa de aumento de salário. Muitos se recusaram e a formação carioca se separou: 36 entre os 82 instrumentistas pediram, em vão, a demissão do maestro.
Num ambiente nefasto, os insurgentes receberam o apoio de respeitados solistas brasileiros, como Cristina Ortiz e Nelson Freire.