sexta-feira, 14 de junho de 2013

REVISTA VEJA - Paula Neiva


 
 Revista VEJA - Paula Neiva
     13/06/2013

 

 

Ópera para refletir sobre o amor


Na semana em que se comemora o dia dos namorados no Brasil, a Orquestra Sinfônica Brasileira (Ópera e Repertório), apresenta uma programação que pode ajudar os apaixonados a refletir. Na lista desta sexta-feira, no Municipal do Rio, estão versões de concerto de duas óperas francesas: A Voz Humana, de Francis Poulenc, e A morte de Cleópatra, de Hector Berlioz, com a solista lituana Liora Grodnikaite. A primeira apresenta a conversa de uma m ao telefone de uma mulher com o amante. Abandonada, ela tenta a reaproximação, mas fracassa. A segunda fala o fim da vida de Cleópatra, soberana do Egito, cujas relações pessoais se confundiam com seu projeto de poder. Diz Liora: “Foi muito interessante essa coincidência de datas. As óperas trazem uma questão para se refletir sobre o amor, pois são perfeitos exemplos do que não se deve fazer. Mostram que a vida é curta e que não se deve perder tempo. Quando se ama, é preciso dizer e não apenas pensar sobre isso. É preciso querer ser feliz diariamente”.