sábado, 5 de outubro de 2013

 “Rádio OSB”
Domingo, dia 6 na Rádio MEC
A partir das 13h










OSB Ópera & Repertório no
"Concertos da Juventude"


Amigos Ouvintes,

            A série “Concertos da Juventude” teve prosseguimento no dia 21 de julho de 2013, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, oportunidade em que a Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório foi conduzida pelo Maestro Roberto Duarte.

            A primeira atração desse concerto foi a música do compositor Juan Crisóstomo Arriaga. Arriaga foi chamado “O Mozart espanhol”. Ele nasceu em Bilbao, no dia 27 de janeiro de 1806. Cinqüenta anos antes, nesse mesmo dia 27 de janeiro, nascia Wolfgang Amadeus Mozart. A exemplo do gênio austríaco, ele também foi uma criança prodígio, e um notável compositor, que morreu muito cedo. Exatamente dez dias antes de completar 20 anos de idade, Arriaga morreria em Paris.

            Ele é autor de uma única ópera, “Los Esclavos Felices”, que compôs quando tinha 13 anos de idade. Desse trabalho, apenas a abertura e alguns fragmentos foram preservados. É esta abertura que vamos ouvir na interpretação da Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório, que tem a condução do Maestro Roberto Duarte.

           
            Babar é um elefante. Um herói da literatura infantil francesa, criado em 1931 pelo desenhista e ilustrador Jean de Brunhoff.

            Por volta de 1940, o compositor Francis Poulenc passava férias no interior da França, cercado de muitas crianças, filhos de parentes próximos. Deles recebeu uma provocação. Um exemplar do livro “L’Histoire de Babar” foi depositado sobre seu piano. E lhe foi solicitado contar aquela história com auxílio de música. O pedido foi atendido, através de várias melodias e improvisações.

            Passaram-se alguns anos. Esse episódio não foi esquecido. Ao final de 1945 a história de Babar ganhou a forma de uma partitura para piano, apresentada pela primeira vez na Radio France no dia 14 de junho de 1946. A narrativa da história de Babar foi confiada ao barítono Pierre Bernac.

            Em 1962 o compositor Jean Françaix produziu uma versão orquestral para a música de Francis Poulenc. É esta versão de “L’Histoire de Babar” que vamos ouvir na interpretação da Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório, conduzida pelo Maestro Roberto Duarte. Narra o episódio o músico Helder Parente.


Com a narrativa de Helder Parente a Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório, dirigida pelo Maestro Roberto Duarte, interpretou “L’ Histoire de Babar”, de Francis Poulenc.

            Encerrou esta apresentação dos “Concertos da Juventude” a Suíte de Ballet n° 1, de Dmitri Shostakovich.

            Entre 1949 e 1952 o compositor Lev Atovmian produziu os arranjos para três suítes de ballet inspiradas em ballets e músicas para o cinema composta por Shostakovich. A Suíte n° 1, que vamos ouvir na interpretação da Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório, incorpora trechos da “Suíte para Orquestra de Jazz”, de 1934, e do ballet “The limpid brook”, apresentado um ano mais tarde. Conduz a orquestra o Maestro Roberto Duarte.
 
  
   Amigos Ouvintes, estamos chegando ao final de mais uma edição do programa “Rádio OSB”. Lembrando que você também pode saber mais sobre as atividades da Fundação OSB através das redes sociais. A Orquestra conta com perfis no Facebook, Twiter e Youtube. Participe de nossas redes e confira vídeos e detalhes da Temporada. Acesse as redes pelo site da Orquestra Sinfônica Brasileira e compartilhe com os seus amigos.

   Os programas da “Rádio OSB” também podem ser acessados em nosso site oficial, www.osb.com.br.

   Para finalizar, queremos registrar a competência do nosso operador Tony Godoy. Somos gratos por sua atenção, esperando reencontrá-los na “Rádio OSB” no próximo domingo, aqui na MEC, a partir das 13 horas.

   Muito obrigado, e até lá.