sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

OSB Ópera & Repertório, The Opera Awards 2014



A montagem da ópera "Sonho de uma Noite de Verão", dirigida por André Heller-Lopes, concorre ao prêmio de melhor tributo ao aniversário de um compositor. Produzida em homenagem ao centenário de nascimento do inglês Benjamin Britten, a ópera, encenada em 3 apresentações abertas ao público, resultou de uma parceria entre a Britten-Pears Foundation, a Secretaria Estadual de Cultura do Rio, o Banco Itaú, o British Council, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage e a Fundação OSB. No elenco, vozes como Luisa Francesconi, Gabriella Pacce e Eric Herrero deram vida a uma história que reúne seres fantásticos em um bosque da Grécia mítica, unindo-se à OSB Ópera & Repertório sob a regência do Maestro Roberto Tibiriçá


 

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

OSB Ópera & Repertório - Rádio MEC FM



RÁDIO OSB


Mendelssohn, Sinfonia nº 4 "Italiana"
Astor Piazzolla, “Tangazo”
Gioachino Rossini, Abertura da Ópera “O Barbeiro de Sevilha”



O programa “Rádio OSB” será transmitido no próximo domingo, dia 23 de fevereiro, pela Rádio MEC (FM 98.9), a partir das 13 horas. Esse programa será reprisado na segunda feira, dia 24, às 22 horas. 
 
A Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório se apresentou no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro, no dia 9 de novembro de 2013, oportunidade em que foi conduzida pelo Maestro Roberto Duarte.

               Uma das atrações desse concerto foi a Sinfonia n° 4, em lá maior, opus 90, de Felix Mendelssohn, conhecida como “Italiana”.

               Entre 1829 e 1831 Mendelssohn percorreu diversos países da Europa, travando conhecimento com importantes compositores e colhendo impressões que viriam influenciar fortemente algum dos pontos culminantes da sua produção. Parte de sua Sinfonia Italiana foi concebida durante sua permanência naquele país. Mas ali ele não chegou a completá-la. Isso só aconteceria em Berlim, no dia 13 de março de 1833. Com essa obra ele atendeu uma encomenda da London Philharmonic Society, regendo ele mesmo esse trabalho em sua première, que aconteceu em Londres no dia 13 de maio de 1833.

               Apesar do grande triunfo alcançado, Mendelssohn decidiu revisar esse trabalho, o que viria a acontecer no ano seguinte. Em verdade, tinha planos de alterar  substancialmente sua sinfonia. Tanto isso é verdade que Mendelssohn faleceu em 1847, sem jamais haver providenciado sua publicação, o que só aconteceria em 1851. Na oportunidade ela ganhou a denominação de quarta sinfonia, ainda que tenha sido completada quase dez anos antes da terceira, conhecida como “Sinfonia Escocesa”.

               Com seus movimentos Allegro Vivace/ Andante com Moto/ Moderato/ e Presto e Finale, a Orquestra Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório interpreta a Sinfonia n° 4 de Felix Mendelssohn. A regência é de Roberto Duarte.

   
Na segunda parte do programa, prossegue a apresentação de 9 de novembro de 2013 da OSB Ópera e Repertório com “Tangazo”, obra do compositor argentino Astor Piazzolla. Essa música foi produzida entre 1968 e 1969 e muitos consideram que ela significou uma afirmação do “Nuevo Tango”, estilo que consagrou o compositor, que naquela oportunidade ganhava fama internacional sem desfrutar, ainda, de um reconhecimento unânime por parte de seus compatriotas.
               a obra teve sua première na cidade de Washington em 1970, oportunidade em que foi interpretada pelo conjunto Ensemble Musical de Buenos Aires. "Tangazo", com a OSB O&R, regida por Roberto Duarte,

Finaliza esse concerto da OSB Ópera e Repertório a abertura da Ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de Gioachino Rossini.

               A abertura do “Barbeiro de Sevilha” é uma das peças orquestrais mais conhecidas de todos os tempos. Há quem afirme que Rossini, que contava então vinte e quatro anos de idade, escreveu o “Barbeiro de Sevilha”, ponto culminante de sua criação, em menos de duas semanas. O interessante é que a abertura da ópera não era inédita. Originalmente ela fora composta para “Aureliano in Palmira”, uma outra ópera do compositor. Também foi utilizada, posteriormente, no melodrama “Elisabetta, regina d’ Inghilterra”. Essa flexibilidade, vamos chamar assim, aconteceu com freqüência  na trajetória do grande compositor.


Os programas da “Rádio OSB” também podem ser acessados em nosso site oficial, www.osb.com.br.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

SITE OSB

14/02/2014 
OSB Ópera & Repertório concorre a prêmio
Montagem sobre Britten entre os melhores espetáculos do ano
A montagem de Sonho de uma noite de verão, dirigida por André Heller-Lopes, concorre ao prêmio de melhor tributo ao aniversário de um compositor. Produzida em homenagem ao centenário de nascimento do inglês Benjamin Britten, a ópera, encenada em 3 apresentações abertas ao público, resultou de uma parceria entre a Britten-Pears Foundation, a Secretaria Estadual de Cultura do Rio, o Banco Itaú, o British Council, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage e a Fundação OSB. No elenco, vozes como Luisa Francesconi, Gabriella Pacce e Eric Herrero deram vida a uma história que reúne seres fantásticos em um bosque da Grécia mítica, unindo-se à OSB Ópera & Repertório sob a regência do Maestro Roberto Tibiriçá.


Foto: Leo Aversa
 
A Fundação OSB celebra mais uma grande conquista da última temporada: a apresentação de Sonho de uma noite de verão com a OSB Ópera & Repertório, realizada nos jardins do Parque Lage em maio, é uma das finalistas do International Opera Awards. A premiação é concedida anualmente em reconhecimento a produções líricas de excelência, e conta dentre seus indicados com óperas do Covent Garden e do Teatro alla Scala de Milão.


Confira a lista completa de indicados ao International Opera Awards, cujos vencedores serão anunciados no dia 7 de abril, em Londres.

sábado, 15 de fevereiro de 2014

REVISTA







 

Montagem brasileira de obra de Britten é finalista do International Opera Awards (13/2/2014)


A montagem de Sonho de uma noite de verão, de Benjamin Britten, dirigida por André Heller-Lopes, é uma das finalistas do International Opera Awards 2014 – a produção é a única concorrente brasileira no prêmio. Realizada em maio de 2013 no Parque Lage, na cidade do Rio de Janeiro, a ópera teve regência de Roberto Tibiriçá e música da OSB Ópera & Repertório e do Coro de Crianças da OSB (preparação de Julio Moretzsohn). No elenco, destaque para Luisa Francesconi, Gabriella Pace, Leonardo Neiva, Marcos Paulo, Eric Herrero e Flavia Fernandes. 

Indicado na categoria Produção de Aniversário – dedicada às efemérides de Britten (100 anos), Verdi e Wagner (200 anos) –, a montagem compete com mais 10 produções. Na subcategoria de Britten, são dois concorrentes: Peter Grimes encenada na praia, do Festival de Aldeburgh, Inglaterra (evento criado pelo próprio Britten); e Gloriana, coprodução da Staatsoper de Hamburgo, Alemanha, e da Royal Opera, da Inglaterra. Entre os títulos de Wagner e Verdi, destaque para a montagem do Metropolitan Opera, de Nova York, para Parsifal, e a Traviata do La Scala, de Milão.

A indicação só reafirma o ótimo momento de André Heller-Lopes, que estreou no dia 8 de fevereiro (com temporada até 27 de maio) uma montagem de Eugen Onegin, de Tchaikovsky, no Landestheater de Salzburg.

O prêmio
Criado em 2013 pelo empresário e promotor cultural inglês Harry Hyman, o International Opera Awards tem como presidente do júri John Allison, editor da revista Opera e crítico musical do Sunday Telegraph. No ano passado, foram premiados Antonio Pappano (melhor regente) e Dmitri Tcherniakov (melhor diretor), além de instituições como o Metropolitan Opera (melhor orquestra) e a Cape Town Opera (melhor coro).

Os resultados serão divulgados no dia 7 de abril, em Londres. Maiores detalhes e a lista completa dos finalistas em todas as categorias estão disponíveis no site da premiação.
Clássicos Editorial Ltda. © 2014 - Todos os direitos reservados.
A reprodução de todo e qualquer conteúdo requer autorização, exceto trechos com link para a respectiva página.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Internacional Opera Awards


"Sonho de Uma Noite de Verão", de Britten é finalista do "Oscar da ópera"

Encenada no jardim do Parque Lage em maio de 2013, obra composta pelo inglês Benjamin Britten e dirigida por André Heller-Lopes contou em sua montagem com a OSB Ópera & Repertório sob a regência do maestro Roberto Tibiriçá. A cerimônia de entrega do prêmio será no dia 7 de abril em Londres.


INTERNATIONAL OPERA AWARDS NOMINATIONS REVEALED

On Wednesday 12 February 2014, in The Crush Room, Royal Opera House, finalists of the International Opera Awards 2014 were announced. These were selected by the jury, chaired by John Allison. The jury was made up of chief music critic for the The Sunday Times and regular Opera contributor Hugh Canning, George Loomis who covers opera and classical music for the International Herald Tribune, MusicalAmerica.com, The Financial Times and Opera magazine and classical music critic for The Observer, Fiona Maddocks. Jury members also include Sir Peter Jonas, the former Intendant of Bavarian State Opera, Elaine Padmore the Director of Opera at Covent Garden until 2011, and Nicholas Payne who is Director of Opera Europa. 

The winners will be announced at the awards ceremony on Monday 7 April at Grosvenor House Hotel, Park Lane.

The finalists 2014 
 Anniversary Production
    Britten:
  • Peter Grimes on the beach (Aldeburgh Festival)
  • A Midsummer Night’s Dream (Parque Lage, Rio de Janeiro)
  • Gloriana (Hamburg Staatsoper/Royal Opera)

 Veja mais no site oficial:
http://www.operaawards.co.uk/default.aspx